24 dicas para contratar talentos e otimizar o processo seletivo

Esse é o guia definitivo para quem quer acelerar processos seletivos e implementar as melhores dicas e estratégias para contratar talentos.
24-dicas-para-contratar-talentos

A maior dica para contratar talentos é realizar um ótimo planejamento, montando filtros e questionários padronizados que levarão a uma melhor gestão de tempo e organização. 

Você sabe qual é um dos maiores segredos de um negócio escalável? Uma equipe produtiva e talentosa. Por isso, um dos maiores objetivos da gestão de pessoas na logística e em qualquer outra área é identificar os melhores talentos do mercado.

A gestão de pessoas é tão essencial que se atentar ao desenvolvimento de equipe faz parte de qualquer estratégia de crescimento bem-sucedida, inclusive, é uma das 7 coisas para fazer antes de expandir.

Dado o seu papel essencial na gestão de negócios, separamos dicas excepcionais para contratar talentos, que irão ajudar qualquer empresa a encontrar, desenvolver e gerir equipes de alto desempenho

➡️ Conheça o ImLog Play, um programa de aprendizagem para os profissionais da NOVA logística. ⬅️

24 dicas para contratar talentos mais rápido

Se você quer deixar de ter dor de cabeça na hora de contratar talentos, confira as estratégias e dicas abaixo:

Monte uma lista com características essenciais para a posição

Traçar um perfil detalhado sobre a vaga e o candidato desejado é essencial para otimizar o tempo e entrevistar um grupo de profissionais que tendem a se encaixar melhor naquela posição. Para criar esse perfil, entenda profundamente a dinâmica da empresa e especificamente do time que abriu a vaga, detalhando todos os pontos que considerar relevantes – comportamentais, técnicos e de cultura organizacional.

Crie filtros

Elaborar checklists com pré-requisitos da vaga, soft skills, hard skills, principais desafios a serem enfrentados etc, pode servir de insumo para criar filtros, reduzindo o número de candidatos de maneira simples e otimizada. Não esqueça de evitar vieses ou opiniões. Os filtros devem ser criados de maneira profissional, ética e baseados nas necessidades da empresa, jamais em convicções pessoais.

Faça um bom planejamento antes de contratar talentos

Crie um cronograma com começo, meio e fim do processo seletivo, com tarefas, etapas e responsáveis por cada entrega. Para ganhar agilidade, é essencial prezar pela visibilidade e transparência das informações, tendo acesso a dados e documentos confiáveis e intuitivos de serem lidos ou acompanhados diariamente. 

Desenvolva perguntas úteis e objetivas

Quanto mais intencional for uma entrevista, mais eficaz ela será. Na hora de criar um roteiro garanta que cada questionamento seja útil e responda a uma pergunta importante sobre o fit entre vaga e candidato. Exprima o máximo de informações possíveis, sem desperdiçar tempo com perguntas que não ajudarão a chegar em uma conclusão.

Ofereça benefícios que façam sentido

Um bom salário não é mais suficiente para contratar talentos. Embora seja um elemento essencial para a retenção de talentos, entender o perfil dos colaboradores, o setor e o comportamento dos candidatos é essencial para criar pacotes de benefícios que encantem. Flexibilidade, bem-estar, terapia e gympass são benefícios cada vez mais desejadas pelos candidatos.

Divulgue as vagas nos canais certos

Não basta criar questionários eficazes, definir benefícios e fazer um planejamento se a vaga for divulgada nos lugares errados. Na hora de planejar, invista algum tempo para pesquisar sobre os melhores canais de recrutamento e seleção, considerando o perfil desejado e o setor, otimizando a busca e ganhando tempo.

Use softwares de gestão

Para facilitar o dia a dia e ganhar tempo, utilizar softwares que facilitem a gestão de pessoas, incluindo processos de recrutamento e seleção, é uma ótima opção para otimizar tarefas. Antes de tudo, faça uma pesquisa de mercado com as principais ferramentas do mercado, escolhendo a que apresenta melhor sinergia com as necessidades da empresa, mas também, suporte ativo.

Desenvolva dinâmicas personalizadas

Se for incluir dinâmicas no processo seletivo, opte por criar situações comuns na empresa ou na equipe, para conseguir ter um parâmetro mais real da reação ou atitude do candidato. Mesmo que dinâmicas prontas otimizem o tempo, nem tudo deve ser feito sob essa lente. Crie situações personalizadas, que possam demonstrar da maneira mais verdadeira possível como um candidato pensa e age, sempre de maneira transparente e que ofereça clareza ao recrutador.

Dê feedback

Falta de feedback é um dos principais erros da gestão de pessoas e, às vezes, se estende ao recrutamento. Um processo seletivo não é desgastante apenas para a equipe de recrutamento e seleção, também é exaustivo para os candidatos. É dever dos recrutadores darem feedback, mesmo se não for positivo, para que não haja ansiedade nem expectativa dos participantes. Além de demonstrar compromisso e cuidado, contribui para fortalecer a reputação da empresa. 

Não subestime o fit cultural

O fit cultural ajuda o recrutador a entender se o candidato tem alinhamento não apenas técnico, mas com os valores e propósito da companhia. Nesse ponto, é fundamental alinhar expectativas, principalmente do dia a dia da vaga e dos comportamentos esperados pela empresa. Subestimar o valor do fit cultural pode construir um time desmotivado e até impulsionar o turnover.

Crie descrições de vagas utilizando palavras-chave

Na hora de publicar uma vaga, garanta que seja identificável nos mecanismos de busca do canal ou canais escolhidos. Para isso, escreva títulos e descrições otimizados, utilizando palavras-chave e de acordo com as boas práticas de cada plataforma. Evite palavras que possam ter viés de gênero e descreva as tarefas claramente.

Monte perfis ideais 

Marque um papo com profissionais seniors ou especialistas, adquirindo conhecimento técnico e comportamental que seriam esperado para a posição. Essas conversas podem ajudar a criar o “candidato ideal”, gerando insights para criação de perguntas, dinâmicas e qualificações desejadas. Esse perfil também pode ser ideal para identificar palavras-chave que irão otimizar a descrição e título da vaga.

Vá além do feedback 

O feedback é importante, mas caso seja viável, acompanhe os candidatos ao longo de todo o processo, valorizando sua experiência e tempo. Garanta que haja um bom nível de interação entre as fases/entrevistas, sem sobrecarregar os candidatos ou os recrutadores. Esse acompanhamento pode ser vital para conquistar talentos, mas também para melhorar a imagem de marca empregadora.

Leia também: Por que a logística é sobre pessoas?

Dê valor ao aspecto comportamental

Considerar o fit cultural no processo de seleção ajuda a fortalecer a cultura organizacional, contratando pessoas que acreditam no propósito da empresa e querem trabalhar em prol dele. Para ajudar na hora de publicar a vaga, além de descrever as competências, dê um destaque maior para o que o funcionário fará, além de habilidades interpessoais que a vaga exige.

Seja transparente quanto a remuneração

Incluir informações claras e transparentes é essencial para atrair candidatos. Além de se destacar da concorrência, anúncios com essas informações tendem a aumentar a confiança e o engajamento dos participantes, que podem decidir ainda no processo de candidatura se a posição está alinhada com as expectativas.

Não seja genérico

Outra dica essencial para contratar talentos é criar uma vaga que se destaque, evitando listar benefícios ou competências de maneira genérica. Entenda o que a empresa precisa e tem a oferecer e seja o mais verdadeiro possível, listando benefícios ou capacidades que sejam informativas e relevantes, como horário flexível, trabalho remoto e auxílio para estudos. 

Seja flexível

A saúde física e mental tem ganhado cada vez mais espaço dentro das empresas. Mostrar que a companhia e a liderança estão por dentro dessas pautas, comprometidos em priorizar o bem-estar integral dos funcionários é uma ótima maneira de atrair talentos. Essa abordagem começa ainda no processo de recrutamento, com questionários, descrições e entrevistas que demonstram na prática que a empresa é flexível e equilibrada.

Crie programas de desenvolvimento

PDI, programas de treinamento e desenvolvimento podem ser ótimos benefícios na hora de publicar uma vaga. Desenvolver ou disponibilizar plataformas de aprendizagem é uma maneira de gerar mais valor para a vida profissional e pessoal dos funcionários, sem contar que impacta diretamente na produtividade e entrega de resultados.

➡️ Conheça o ImLog Play, um programa de aprendizagem para os profissionais da NOVA logística. ⬅️

Entenda a dinâmica da equipe atual

Antes de partir para o processo seletivo, pode ser benéfico passar um tempo com o time e entender a dinâmica entre os membros. Além de entender melhor o tipo de perfil comportamental e técnico que se encaixaria melhor, é possível ter insights para roteiros e perguntas relevantes. 

Compreenda o nível de comunicação necessária

Mesmo que esse aspecto se encaixe no eixo comportamental, é bom destacá-lo. No processo seletivo, certifique-se qual o nível de comunicação dos funcionários e como ele será explorado na vaga disponível. 

Se a vaga faz parte de um departamento dinâmico e com alto grau de envolvimento com outras áreas, o ideal é buscar alguém confortável em se expressar. Por outro lado, se a vaga é mais introspectiva, alguém comunicativo pode não se adaptar. Então, mesmo habilidades interpessoais que já são “genéricas” podem ser mais ou menos indicadas dependendo da vaga.

Padronize o roteiro de entrevista

Estabelecer condições justas para todos os entrevistados é essencial para realizar um bom processo seletivo. Para isso, crie filtros e roteiros de entrevista padronizados. Além de implementar uma abordagem mais confiável e com menos vieses, o ganho de agilidade ao longo das etapas é grande, já que é possível tabular e analisar cada entrevista rapidamente.

Analise a linguagem corporal

Analisar o discurso é essencial em uma entrevista, mas é fundamental estar atento à linguagem corporal, já que segundo pesquisas e levantamentos, a linguagem corporal é um grande complemento a linguagem verbal. Nosso corpo dá indícios sobre sentimentos e opiniões mais profundas, mesmo sem dizer uma palavra.

Foque em experiências específicas

Durante as entrevistas tenha cuidado com perguntas ou situações hipotéticas. O ideal é aproveitar experiências e realizações do candidato, compreendendo como tomou decisões, trabalha em equipe (ou individualmente), como se encaixaria na cultura da empresa e com a futura equipe. Quanto mais situações reais você propor, mais insumo terá para decidir. 

Avalie a ética de trabalho

Uma das melhores dicas para contratar talentos, é estar atento a situações anteriores. Caso o candidato mencione alguma dificuldade ou conflito anterior, tente entender a causa raiz do problema. Faça um exercício de imaginar como ele lidaria com os desafios da vaga anunciada, o estilo de liderança ou até mesmo o modelo de gestão de pessoas escolhido na empresa, prevendo eventuais complicações no futuro. 

➡️ Conheça o ImLog Play, um programa de aprendizagem para os profissionais da NOVA logística. ⬅️

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!