Retenção de talentos: 10 estratégias eficazes

Perder colaboradores pode custar muito caro. Conheça 10 estratégias eficazes para impulsionar a retenção de talentos na sua empresa.
10-estrategias-de-rentençao-de-talentos

A retenção de talentos reconhece que o capital humano é um dos ativos mais importantes de uma companhia, já que a perda de funcionários habilidosos pode ter impactos significativos, tanto financeiros quanto operacionais.

Mas qual a chave para a retenção e quais estratégias usar para alcançá-la?

No Estudo das 150 Melhores Empresas Para Trabalhar GPTW Brasil 2023, foram levantados os principais motivos de permanência em uma empresa. Em 2023, 44% das pessoas entrevistadas afirmaram que o principal motivo para permanecer na empresa é a “oportunidade de crescimento”, mantido como o principal motivo de permanência desde 2020.

Tão importante que se manteve à frente de três outros motivos para a permanência: qualidade de vida (26%), alinhamento de valores (16%), remuneração e benefícios (12%) e estabilidade (2%). Todas essas respostas correspondem a estratégias para aumentar a retenção de talentos.

Neste artigo, vamos explorar essas e mais estratégias que buscam  cultivar um ambiente no qual os profissionais se sintam valorizados, motivados e comprometidos, contribuindo para o sucesso e a sustentabilidade da transportadora, operador logístico, e-commerce etc. Confira!

👉 Conheça a Imersão Executiva da ImLog e conheça as práticas, tendências e tecnologias da NOVA logística 👈

O que é a retenção de talentos?

A retenção de talentos é um conceito essencial para que as empresas façam sucesso hoje. Trata-se de uma estratégia de gestão de recursos humanos focada em garantir que os profissionais mais talentosos permaneçam engajados e comprometidos com a empresa.

Ou seja, refere-se à capacidade que um negócio tem de manter os seus colaboradores mais qualificados por um período prolongado de tempo.

Essa abordagem reconhece que o capital humano é um dos ativos mais importantes de uma companhia e que a perda de funcionários habilidosos pode ter impactos significativos, tanto financeiros quanto operacionais. Portanto, a retenção de talentos vai além de simplesmente recrutar os melhores profissionais, também envolve criar um ambiente de trabalho que incentive a permanência.

10 estratégias infalíveis para retenção de talentos

Separamos 10 estratégias para ajudar qualquer empresa a diminuir a taxa de turnover. Confira:

1. Estruture um programa de gamificação

Implementar um programa de gamificação pode ser uma estratégia eficaz para promover a retenção de talentos. A gamificação envolve o uso de elementos de jogos, como competição, recompensas e progressão, para motivar e engajar os colaboradores. 

Isso pode incluir a criação de desafios, missões e atividades interativas relacionadas ao trabalho, com recompensas tangíveis, como prêmios, reconhecimento público ou pontos de benefícios. Essa abordagem não só torna o trabalho mais divertido e envolvente, mas também pode ajudar a fortalecer o senso de comunidade e pertencimento dos colaboradores.

2. Posicione os colaboradores de acordo com as suas habilidades

Ao atribuir tarefas e responsabilidades que estejam alinhadas com as competências individuais de cada colaborador, a empresa demonstra reconhecimento e valorização do seu potencial. Isso não só aumenta a motivação e o engajamento, mas também ajuda a se sentirem mais realizados profissionalmente. 

Quando os funcionários são colocados em funções que correspondem às suas competências, eles têm mais chances de ter sucesso, o que contribui para a produtividade e eficiência da equipe.

Essa abordagem também pode gerar um ambiente de trabalho mais positivo, onde os colaboradores se sentem respeitados e valorizados, resultando em uma maior probabilidade de permanência na empresa a longo prazo. Isso não significa que não deve haver desenvolvimento, mas é preciso investir em treinamento e capacitação para ajudar na progressão de carreira. Elaborar um PDI pode ajudar.

3. Crie uma cultura de feedback

Estabelecer uma cultura de feedback é essencial para promover a retenção de talentos. Criar um ambiente onde os colaboradores se sintam confortáveis para dar e receber feedback de maneira regular e construtiva, ajuda a identificar áreas de melhoria, reconhecer conquistas e promover o desenvolvimento profissional.

Além disso, incentivar o diálogo aberto e transparente entre gestores e colaboradores contribui para fortalecer os relacionamentos dentro da equipe e promover um ambiente de confiança e colaboração. Os colaboradores que se sentem ouvidos e valorizados têm mais probabilidade de permanecer na empresa, pois percebem que seu crescimento e progresso são importantes para a empresa.

4. Invista em um ambiente de trabalho agradável

Um ambiente agradável e acolhedor contribui para a satisfação e o bem-estar da equipe e ajudando na permanência. Isso pode incluir a criação de espaços de trabalho confortáveis e funcionais, o fornecimento de recursos e equipamentos adequados, bem como a manutenção de uma atmosfera colaborativa e inclusiva. 

Iniciativas como programas de bem-estar, atividades de integração e eventos sociais também podem ajudar a fortalecer os laços entre os colaboradores e promover um senso de comunidade dentro da empresa. Um ambiente de trabalho agradável não apenas melhora a qualidade de vida dos colaboradores, mas também aumenta a produtividade, a criatividade e o engajamento.

5. Seja flexível

Ser flexível em relação às necessidades e preferências dos colaboradores é uma estratégia poderosa para promover a retenção de talentos. Isso envolve oferecer opções de horários de trabalho flexíveis, políticas de licenças e benefícios e programas de trabalho que promovam maior equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

A flexibilidade no local de trabalho não só melhora a satisfação dos colaboradores, mas também demonstra confiança e respeito pela autonomia e responsabilidade do time. Funcionários que têm a liberdade de gerenciar seu próprio tempo e estilo de trabalho são mais propensos a permanecer na empresa e a contribuir com seu máximo potencial.

6. Promova qualidade de vida

Promover a qualidade de vida envolve criar um ambiente de trabalho que valorize o bem-estar físico, mental e emocional dos colaboradores, além de oferecer suporte para que eles possam conciliar suas responsabilidades profissionais com suas vidas pessoais.

Fornecer programas de bem-estar que incentivem hábitos saudáveis, como ginástica no local de trabalho e programas de mindfulness são algumas opções bastante valorizadas atualmente. Implementar políticas de licença parental e flexíveis que permitam que os colaboradores tenham tempo para cuidar de suas famílias também vem sendo reconhecidas e desejadas.

7. Reconheça e valorize

O reconhecimento no trabalho pode assumir diversas formas, desde elogios públicos até recompensas financeiras, e desempenha um papel crucial no fortalecimento do vínculo entre os colaboradores e a empresa.

O reconhecimento e a valorização não apenas aumentam a motivação, o engajamento e a satisfação no trabalho, mas também fortalecem o vínculo emocional entre os colaboradores e a empresa. Colaboradores que não se sentem valorizados são mais propensos a deixar a empresa rapidamente.

8. Elabore um plano de carreira

Esclarecer como é possível progredir dentro da empresa e quais são as oportunidades de carreira disponíveis é fundamental para promover a retenção.

Elaborar um plano de carreira envolve várias etapas, incluindo avaliação de habilidades e interesses, definição de metas de curto e longo prazo, oportunidade de melhorias, feedback e acompanhamento. Ao elaborar um plano de carreira personalizado para cada colaborador, a empresa demonstra seu compromisso com o desenvolvimento e o crescimento profissional de sua equipe

9. Invista em um bom processo seletivo

Investir em um processo seletivo é essencial para identificar talentos e impulsionar a gestão de pessoas na logística. Um processo seletivo bem estruturado não apenas ajuda a identificar os candidatos mais qualificados, mas também contribui para a criação e gestão de uma equipe de alto desempenho.

Algumas estratégias para investir em um bom processo seletivo incluem:

  • Definição clara de requisitos;
  • Utilização de múltiplos canais de recrutamento;
  • Entrevistas estruturadas e avaliações objetivas;.
  • Transparência e comunicação eficaz;
  • Avaliação do fit cultural.

Investir em um processo seletivo bem planejado e executado não apenas ajuda a atrair os melhores talentos, mas também aumenta a probabilidade de que esses talentos permaneçam na empresa a longo prazo.

10.  Realize pesquisas organizacionais periodicamente

Realizar pesquisas organizacionais é uma estratégia fundamental para entender as necessidades, preocupações e níveis de satisfação dos colaboradores. Elas fornecem insights valiosos sobre a cultura organizacional, o clima de trabalho, a eficácia das políticas e práticas de recursos humanos e as áreas que precisam de melhoria.

Alguns tipos de pesquisas organizacionais, são:

  • Pesquisas de clima organizacional: avaliam a percepção sobre o ambiente de trabalho, incluindo fatores como comunicação, liderança, reconhecimento, equilíbrio entre vida profissional e pessoal e oportunidades de desenvolvimento.
  • Pesquisas de engajamento: medem o nível de engajamento em relação ao trabalho, à empresa e aos colegas, identificando áreas de força e fraqueza.
  • Pesquisas de satisfação: investigam o nível de satisfação com sua função, remuneração, benefícios, oportunidades de crescimento e desenvolvimento, entre outros aspectos.
  • Pesquisas de saída (exit interviews): realizadas com colaboradores que estão deixando a empresa, essas pesquisas visam entender as razões da saída e identificar possíveis problemas ou áreas de preocupação que possam impactar a retenção de talentos.

Ao realizar pesquisas organizacionais regularmente, a empresa pode identificar tendências, padrões e gargalos, melhorando continuamente e extraindo o melhor do modelo de gestão de pessoas que foi escolhido. 

Principais benefícios: por que é importante investir na retenção de talentos?

Existem várias razões pelas quais as empresas devem priorizar a retenção de seus profissionais mais talentosos. A seguir, separamos algumas:

Fortalece a cultura organizacional

Colaboradores engajados contribuem para uma cultura organizacional positiva, onde os valores da empresa são promovidos e respeitados. Uma cultura organizacional forte é essencial para atrair e reter talentos, além de aumentar a satisfação e a produtividade da equipe.

Diminui taxas de rotatividade

A alta rotatividade de funcionários pode resultar em custos de recrutamento e treinamento elevados, além de impactar negativamente a continuidade operacional e a qualidade dos serviços. Investir na retenção de talentos pode ajudar a reduzir essas taxas, garantindo uma equipe estável e experiente. 

Pesquisas indicam que o custo por perder talentos é, em média, de 6 a 9 meses do salário anual da posição. Isso acontece por inúmeras razões, entre elas, queda de performance da equipe, custos de contratação e treinamento, revisão dos processos de recrutamento e seleção, entre outros.

Segundo um estudo feito pelo Center of American Progress (CAP), nos Estados Unidos, os prejuízos variam de acordo com a posição dos profissionais, aumentando conforme o nível hierárquico:

  • 16% do salário anual para cargos de alta rotatividade e baixos salários;
  • 20% do salário anual para posições de nível médio;
  • 213% do salário anual para executivos de alto nível, como cargos C-Level.

Atrai novos talentos

Empresas com uma reputação positiva de retenção de talentos tendem a ser mais atraentes para profissionais em busca de oportunidades de carreira. A capacidade de demonstrar um compromisso com o desenvolvimento e o bem-estar dos colaboradores pode diferenciar uma empresa no mercado de trabalho e ajudá-la a atrair os melhores talentos.

Nesse sentido, o conceito de “employee experience” (experiência do colaborador) pode ser útil, já que se refere à soma de todas as interações, percepções e sentimentos que um colaborador tem ao longo de sua jornada dentro da empresa, desde o recrutamento até o desligamento. 

É uma abordagem holística que considera todos os pontos de contato do colaborador com a empresa, incluindo o ambiente de trabalho, as políticas de recursos humanos, as oportunidades de desenvolvimento, o relacionamento com os colegas e gestores, entre outros.

Para promover uma boa experiência para o funcionário e consequentemente, aumentar a retenção de talentos, é preciso adotar uma abordagem centrada no colaborador, priorizando seu bem-estar, desenvolvimento e crescimento. 

Em suma, investir na retenção de talentos não só beneficia os colaboradores existentes, mas também fortalece a posição competitiva e o sucesso futuro da empresa.

👉 Conheça a Imersão Executiva da ImLog e conheça as práticas, tendências e tecnologias da NOVA logística 👈

Qual o papel do RH na retenção de talentos?

O departamento de recursos humanos desempenha um papel crucial na implementação de estratégias eficazes de retenção de talentos. Seu papel vai além da simples contratação e inclui diversas responsabilidades voltadas para o desenvolvimento e o bem-estar dos colaboradores.

A seguir, separamos algumas das principais funções do RH na retenção de talentos:

Políticas

Desenvolve políticas e práticas de retenção, como programas de desenvolvimento de carreira, planos de benefícios competitivos e políticas de reconhecimento e recompensa.

Análises

Por meio de análises e pesquisas, o RH pode identificar os fatores que contribuem para a rotatividade de funcionários na empresa e tomar medidas

Processo de recrutamento e seleção

Uma estratégia eficaz de retenção começa com um bom processo de recrutamento e seleção, capaz de identificar e atrair candidatos alinhados com a cultura e os valores da empresa

Capacitação da liderança

Desenvolve líderes bem treinados e engajados para criar um ambiente de trabalho positivo e que promova a retenção de talentos.

Branding employer

O RH também é responsável por monitorar o clima organizacional, identificando quaisquer problemas ou preocupações dos colaboradores que possam afetar a sua satisfação e motivação. 

Treinamento

Desenvolve programas de capacitação e desenvolvimento que ajudem os colaboradores a adquirir as habilidades e conhecimentos necessários para crescer e progredir em suas carreiras. 

Em resumo, o RH desempenha um papel fundamental na retenção de talentos, sendo responsável por desenvolver e implementar estratégias que promovam o engajamento, a satisfação e o crescimento profissional dos colaboradores. 

O que promove a retenção de talentos?

A retenção de talentos envolve uma série de fatores, que devem trabalhar juntos para construir um ambiente empresarial que engaje o time. Confira:

Liderança estratégica

Uma liderança estratégica é fundamental para promover a retenção de talentos. Líderes eficazes não apenas fornecem direção e visão clara para a equipe, mas também demonstram compromisso com o desenvolvimento e o bem-estar dos colaboradores, tornando-se uma inspiração.

Eles são capazes de criar um ambiente de trabalho positivo e inspirador, onde os talentos se sintam valorizados, motivados e engajados. Além disso, líderes estratégicos identificam e cultivam o potencial dos colaboradores, proporcionando oportunidades de crescimento e progresso na carreira. 

Ao investir em liderança estratégica, as organizações podem fortalecer sua capacidade de retenção de talentos, construindo um time de alto desempenho a longo prazo.

Gestão 

A gestão desempenha um papel crucial na promoção da retenção de talentos, afinal, tem um impacto direto no dia a dia dos colaboradores, influenciando seu nível de engajamento, satisfação e motivação. 

Uma gestão eficaz envolve a criação de um ambiente de trabalho positivo e inclusivo, onde os colaboradores se sintam respeitados, ouvidos e apoiados. Além disso, deve fornecer feedback construtivo e reconhecimento adequado pelo desempenho dos colaboradores.

Nesse sentido, os modelos de gestão de pessoas podem fazer a diferença na capacidade da empresa de manter seus profissionais mais qualificados e talentosos, já que determina estilo de liderança, define a cultura organizacional e oportunidades de crescimento.

Comunicação 

Uma comunicação clara, aberta e transparente entre a liderança e os colaboradores cria um ambiente de confiança e colaboração mútua. Os colaboradores valorizam saber que estão sendo ouvidos e que suas opiniões e preocupações são levadas em consideração pela empresa.

Além disso, uma comunicação consistente e frequente sobre metas, expectativas, mudanças organizacionais e oportunidades ajuda a manter a equipe informada e alinhada com os objetivos da empresa. Isso reduz a incerteza e a ansiedade, promovendo um ambiente de trabalho estável e seguro.

Por fim, a comunicação também desempenha um papel importante na construção de relacionamentos interpessoais positivos entre os membros da equipe. Colaboradores que se sentem conectados e apoiados por seus colegas de trabalho são mais propensos a permanecer na empresa a longo prazo. 

Fatores que motivam talentos

Colaboradores podem ser motivados por diferentes aspectos do ambiente de trabalho e das oportunidades oferecidas pela empresa, por isso, esse tema costuma ser complexo e deve ser uma prioridade para o RH.

Um artigo publicado na Revista de Administração Contemporânea afirma que uma pessoa começa a trabalhar para suprir suas necessidades pessoais. Uma vez que essa sensação de satisfação não é alcançada, o desengajamento do profissional é quase certo.

Segundo a Talent 2020, pesquisas realizadas pela Deloitte apontaram que 42% das pessoas entrevistadas procuravam novos empregos quando sentiam que as empresas não valorizam suas habilidades ou quando não enxergam possibilidade de crescimento na carreira. 

Mesmo que cada pessoa seja motivada por diferentes fatores, de acordo com muitos levantamentos, a chave da retenção é a valorização do trabalho.  Ao oferecer reconhecimento e valorização, oportunidades de crescimento e desenvolvimento, as empresas podem aumentar suas chances de manter uma equipe talentosa e produtiva.

Exemplos de retenção de talentos: empresas com menor índice de turnover

Observar exemplos de empresas que conseguiram manter um baixo índice de turnover pode oferecer insights valiosos sobre as estratégias eficazes de retenção de talentos. A seguir, separamos alguns exemplos de empresas conhecidas por sua capacidade de reter talentos:

Google

A Google é frequentemente citada como uma das melhores empresas para se trabalhar devido à sua cultura empresarial inovadora, benefícios atrativos e oportunidades de crescimento e desenvolvimento. A empresa oferece aos seus colaboradores uma série de benefícios, incluindo refeições gratuitas, espaços de lazer, assistência médica abrangente e programas de desenvolvimento profissional.

Microsoft

A Microsoft investe significativamente no desenvolvimento de seus colaboradores, oferecendo oportunidades de aprendizado contínuo e progressão na carreira. A empresa também tem uma cultura de inclusão e diversidade, onde os colaboradores se sentem valorizados e respeitados.

Salesforce

A Salesforce é conhecida por sua cultura centrada no cliente e no sucesso dos colaboradores. A empresa oferece uma variedade de programas de incentivo, como reconhecimento por desempenho, premiações e oportunidades de participar de projetos desafiadores e inovadores.

Patagonia

A Patagonia é reconhecida por sua abordagem inovadora à gestão de pessoas, incluindo práticas de trabalho flexíveis, políticas de licença parental bem definidas e um compromisso com a sustentabilidade e responsabilidade social corporativa. Esses aspectos contribuem para um ambiente de trabalho positivo e que engaja, incentivando os colaboradores a permanecerem na empresa a longo prazo.

Esses exemplos destacam não apenas a valorização do trabalho, mas dos funcionários enquanto pessoas. Em outras palavras, a retenção de talentos vai além de simplesmente oferecer salários competitivos, envolve criar uma cultura organizacional plena, investir no desenvolvimento e promover um ambiente de trabalho que valorize o bem-estar e o sucesso de todos. 

Ao seguir o exemplo dessas empresas, outras companhias podem implementar estratégias eficazes de retenção de talentos e fortalecer sua posição competitiva no mercado de trabalho.

10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil

Em 2023, um estudo da da GPTW em parceria com a Época Negócios e o Valor Econômico, definiu as 150 Melhores Empresas Para Trabalhar, divididas em listas conforme o seu tamanho. Para ser elegível para o ranking, a organização precisa ser certificada pela GPTW e ter CNPJ brasileiro.

As Melhores Empresas Para Trabalhar™ com mais de 10.000 colaboradores, foram

1. Itaú Unibanco

2. Accenture do Brasil

3. GAZIN

4. Sicredi

5. Magazine Luiza

6. Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais

7. Vivo

8. Arcos Dorados (McDonald’s)

9. Localiza

10. Banco Santander (Brasil) S.A.

👉 Conheça a Imersão Executiva da ImLog e conheça as práticas, tendências e tecnologias da NOVA logística 👈

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!