Sextou com Vergueiro: perguntas e respostas sobre gestão de pessoas, layout de armazéns e mais

Sexta-feira é dia dos mentores da ImLog responderem perguntas dos nossos seguidores do Instagram. Confira a resposta de Luiz Vergueiro também sobre a entrada de players chineses no mercado brasileiro.
Vergueiro Imlog
citacao-vergueiro-1000Luiz Vergueiro, cofundador da ImLog e diretor sênior de operações logísticas do Mercado Livre, responde as perguntas dos nossos seguidores do Instagram.

 


1) Como as operações de transporte podem se tornar aliadas da área de vendas?

Sempre há um embate entre a área de operações e logística e a área comercial, acontece em todas as empresas. No final das contas, esses setores precisam se unir para poder garantir a melhor experiência para o cliente. Não adianta vender um volume muito acima da capacidade e não conseguir entregar, esse é o principal ponto. As duas áreas precisam trabalhar em sinergia, entendendo que, de um lado, o comercial precisa ter algum tipo de limite e, do outro lado, a operação precisa ter o máximo de flexibilidade possível para lidar com um incremento de volume. 


2) Quais os benefícios para a logística da entrada de grandes empresas chinesas no Brasil?

A entrada de mais um player, independentemente se é chinês, alemão ou mesmo brasileiro, ajuda a melhorar a competitividade, mas acaba também dividindo o volume de mercado entre essas diferentes empresas. E tem, ainda, o problema de o recurso ir para o exterior e não ser reinvestido no Brasil. De qualquer forma, a concorrência é positiva. O lado negativo é diminuir densidade e escala, pois um player a mais acaba deixando o mercado mais disperso. 


3) O que tira o seu sono em relação à gestão de pessoas?

Trabalhar com pessoas é algo definitivamente complexo. No fim, quem trabalha com tecnologia trabalha com pessoas, porque são elas que fazem a tecnologia. E quem trabalha com processos também trabalha com pessoas, porque são elas que desenham e executam processos. Então, trabalhar com logística, que envolve tecnologias e processos, é simplesmente trabalhar com pessoas. A parte mais complexa disso é alinhar a cultura sobre como executar as tarefas no nível de qualidade e excelência que é necessário, com execução e gestão detalhadas em nível micro para poder chegar em resultados macros que vão impactar o seu cliente. E isso precisa ser feito de maneira uniforme para toda a equipe que está sendo gerida. Acredito que a maior dificuldade seja a estruturação da cultura de vencedor e de gestão.  


4) Onde posso estudar melhores layouts de armazém para varejo?

A engenharia de produção ajuda a definir qual é o modelo operacional que as empresas precisam ter para a operação de um armazém. Há diversas consultorias que auxiliam a encontrar a melhor solução para o seu problema, dependendo se é indústria ou varejo e qual tipo de produto, em diferentes categorias. As soluções normalmente não são “one fit all”, ou seja, não há um modelo que sirva para todos. É preciso avaliar de acordo com o valor do produto e com o investimento que se está disposto a fazer. É difícil achar um lugar único onde você possa obter todas as informações e montar seu desenho de layout e operação. A construção se dá por um consenso entre diversas áreas da engenharia e da logística.

Fique de olho no story do nosso Instagram e mande suas perguntas também!

Faça parte da próxima turma

Hotel Grand Mercure, São Paulo – Vila Olímpia
06 e 07 de maio – das 08 as 20h*

*horários sujeiros a mudanças

Últimas notícias

  • Luiz Vergueiro

    Diretor de Operações Logísticas no Mercado Livre - 22 anos em operações de logística e transportes. Passagens por Infracommerce, Olook, Kanui, Ambev e Rhodia. É formado em Engenharia de Produção Mecânica pela Escola de Engenharia Mauá com especialização em Administração pela Fundação Getúlio Vargas. Professor da cadeira de logística de Ecommerce no MBA da USP.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!