Logística de distribuição: 5 dicas para impulsionar o seu negócio

Essa logística envolve várias etapas, desde a aquisição de matérias-primas até a entrega do produto finalizado, e o cliente final nem sempre é o consumidor - pode ser o distribuidor, atacadista ou o varejista. Leia e saiba mais!
Logística de distribuição: 5 dicas para impulsionar o seu negócio

Além de impactar diretamente na satisfação do cliente, a logística de distribuição garante uma entrega mais eficiente e econômica, tornando-se essencial para qualquer empresa que deseja crescer.

Neste artigo, além de explicar o que é a logística de distribuição, separamos as melhores dicas para torná-la um elemento estratégico para sua empresa. Confira!

O que é logística de distribuição?

A logística de distribuição é o fluxo de tarefas que permite a entrega de mercadorias aos clientes dentro do prazo determinado. 

Essa logística envolve várias etapas, desde a aquisição de matérias-primas até a entrega do produto finalizado, e o cliente final nem sempre é o consumidor – pode ser o distribuidor, atacadista ou o varejista.

Considerando sua abrangência, esse tipo de logística vem recebendo cada vez mais atenção da gestão e impacta diretamente na rentabilidade e cumprimento de prazos.

Algumas das principais atividades incluem:

  • Organização do almoxarifado;
  • Definição de modelos como FIFO (First In, First Out) e LIFO (Last In, First Out);
  • Planejamento de carga;
  • Definição de modelos de entrega 
  • Gerenciamento de docas;
  • controle de nível de estoque, entre outros.

5 dicas para impulsionar a logística de distribuição da sua empresa

Como vimos, a logística de distribuição vai muito além do operacional. Pensando nisso, separamos 5 dicas que podem ajudá-lo a torná-la cada vez mais estratégica dentro da operação, aumentando a rentabilidade e encantando os clientes. Confira! 

1. Defina indicadores de desempenho

Com o objetivo de melhorar continuamente os processos, os KPIs são essenciais para monitorar o desempenho.

Portanto, para cada objetivo ou tarefa a ser realizada, defina indicadores de desempenho capazes de mensurar a performance de maneira clara e objetiva. Alguns dos principais KPIs avaliam produtividade, qualidade, lucratividade e rentabilidade, só para citar alguns.

A escolha dos indicadores deve levar em consideração a estratégia do negócio, mensurando adequadamente o que precisa ser feito para atingir os objetivos pré-determinados.

👉 Quer tomar decisões mais estratégicas? Baixe o e-book “Gestão logística por KPIs” e aprenda a medir e melhorar o seu desempenho com Luiz A. Vergueiro, cofundador da ImLog e Diretor de Operações do Mercado Livre.

2. Gerencie o transporte

O transporte é uma etapa fundamental da cadeia logística e abrange modal utilizado, gestão de frotas e definição de rotas, elementos que são essenciais para a produtividade. Caso opte por serviços terceirizados é importante fiscalizar de perto a operação, prezando sempre pela qualidade.

3. Planeje o roteiro

Como vimos no tópico anterior, definir rotas é um processo fundamental para uma logística de distribuição mais eficiente. Com um bom mapeamento, é possível elaborar um planejamento assertivo, diminuindo erros e aumentando a produtividade, e para isso, investir em rotas inteligentes é fundamental.

4. Crie checklists e confira a expedição de mercadoria 

Para evitar erros na hora do envio de mercadorias, você pode investir no preenchimento de checklists feitos através de um software de automação.

Além de garantir a integridade dos produtos, o checklist permite que a empresa tenha um controle maior sobre os pedidos e as entregas que são feitas, evitando devoluções e aumentando a satisfação dos clientes.

5. Use a tecnologia

À medida que a tecnologia avança, a cadeia de suprimentos também evolui, por isso, uma das características da Nova Logística é justamente seu forte viés tecnológico. Nesse cenário, os processos da logística de distribuição podem se tornar mais integrados através de um sistema de gestão empresarial. 

A partir de um bom software de gestão para transporte de mercadorias, além de otimizar fluxos logísticos e de distribuição, a empresa é capaz de integrar melhor diferentes áreas e processos como compras, expedição, vendas, estoques, comissões e faturamento.

Considerações finais

Em suma, garantir que o fluxo de tarefas da logística de distribuição esteja correto é um desafio, mas esse alinhamento é essencial para aumentar a eficiência e reduzir os custos. 

Desde a aquisição de matérias-primas até a entrega do produto finalizado, é de suma importância garantir que haja qualidade e velocidade, construindo um diferencial competitivo que diferencie o negócio da concorrência.

No fim, a logística de distribuição tem um objetivo central: gerar conexões e para isso, quanto mais alinhado estiverem os processos, mais fácil é para clientes e empresa se conectarem. 

Conheça a Formação LOG 360º da ImLog e não perca a oportunidade adquirir uma visão de ponta a ponta da cadeia logística com experts do setor!

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!