Porto de Santos: o essencial e urgente na logística do principal porto do Brasil

Embora o Porto de Santos seja o principal porto do país, investimentos ainda são necessários para aproveitar todo o seu potencial. As informações são do Portogente.
porto-de-santos-o-essencial-e-urgente-na-logistica-do-principal-porto-do-brasil

De acordo com especialistas, o principal desafio do Porto de Santos é o desenvolvimento de acessos – terrestres e marítimos. Mesmo que haja expectativa em utilizar os recursos do Novo PAC, o projeto ainda não tem diretores ou lideranças técnicas confirmadas. 

No mundo ideal, a solução deve levar em conta os acessos rodoviário, ferroviário e aquaviário (inclusive as hidrovias da Baixada Santista), visando o desenvolvimento de um sistema integrado e eficiente.

Obras no Porto de Santos

Recentemente, o novo ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, assinou três termos de compromisso para obras de infraestrutura no Porto de Santos. Os documentos contemplaram:

  • Construção da segunda fase da avenida perimetral de Guarujá, com cronograma para início do próximo ano;
  • Estudo de expansão da poligonal do porto;
  • Compromisso para construção de quatro novos berços nas áreas dos combustíveis do bairro Alemoa.

Dentre as três, a segunda fase da avenida perimental foi classificada entre as obras prioritárias, sendo essencial para o escoamento de produtos pela margem esquerda do complexo portuário.

👉 Conheça a Imersão Executiva da ImLog e junte-se à maior comunidade de executivos de logística do país 👈

Novo PAC inclui grandes obras de transporte e logística, incluindo o porto de Santos

A nova versão do programa prevê R$ 60 bilhões em investimentos federais ao longo dos próximos quatro anos, totalizando R$ 240 bilhões durante o terceiro mandato de Lula. Embora o volume de investimento seja menor que as edições anteriores, há maior possibilidade de participação da iniciativa privada através de parcerias.

Segundo o governo, o programa contempla a retomada de obras paradas e estímulo às que já estão em andamento, como também novos projetos – olhando para a transição ecológica.

A logística é uma das áreas que será impactada pelo novo PAC .Embora os projetos ainda estejam sendo fechados, entre os principais, já podemos citar:

  • Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), ligando Ilhéus, na Bahia, a Figueirópolis, no Tocantins
  • Túnel Santos-Guarujá, na Baixada Santista, facilitando o acesso ao maior porto da América Lática, o Complexo Portuário de Santos 
  • Conclusão da Transnordestina
  • Construção da Ferrogrão, conectando Sinop, no Mato Grosso, ao porto de Miritituba, no Pará

De acordo com o governo federal, o novo Programa de Aceleração do Crescimento contemplará pelo menos uma grande obra em cada estado brasileiro.

O porto de Santos é o principal porto do país

O Porto de Santos está localizado a 70 km do maior centro produtor e consumidor da América Latina, São Paulo. Além disso, conecta-se a uma ampla rede de infraestrutura de transportes, o que viabiliza a movimentação anual de milhões de toneladas de bens e mercadorias.

Em 2022, o Porto de Santos bateu recorde histórico na movimentação de contêineres. Foram 5 milhões de TEU (unidade equivalente a 1 contêiner de 20 pés) no ano, um aumento de 21% em quatro anos e de 3,2% em relação a 2021. 

Em meio aos números expressivos, o Porto está chegando perto de sua capacidade máxima para movimentação de contêineres, que é de 5,3 milhões de TEUs/ano. 

Para evitar problemas, a SPA (Santos Port Authority) realizou 5 leilões e endereçou mais 6 projetos para atender as demandas do Porto.  Isso foi possível por meio do último Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ), aprovado em 2020.

Entre estes projetos previstos está o novo terminal de contêineres, STS 10. O projeto aumentará a capacidade para esta carga em 2,3 milhões TEU/ano, retirando o risco do Porto em operar no seu limite de capacidade para contêineres.

As principais cargas dão destaque para o agronegócio, principalmente a soja em grão (+9,6%), o milho (+80,8%), a celulose (+59%), sucos cítricos (+9,6%) e as carnes (+20%).

O transporte marítimo brasileiro

O transporte marítimo é medido pela movimentação nos portos brasileiros. De acordo com estatísticas da Antaq, de janeiro a abril de 2023, os portos privados e públicos movimentaram cerca de 377,9 milhões de toneladas com expansão de 1,47% em relação ao mesmo período em 2022. 

A movimentação através da navegação de longo curso, que representa as exportações e importações, somou 259,1 milhões de toneladas. Isso representa um aumento de 1,73, enquanto a cabotagem (navegação nacional), atingiu 65,9 milhões de toneladas, expandindo 0,46. 

O comércio exterior é uma grande oportunidade para as empresas brasileiras e o país tem um papel mundial expressivo nas rotas de importação e exportação, que fazem circular bilhões de reais todos os meses.

Em 2020, as exportações brasileiras atingiram US$ 209,921 bilhões e as importações, US$ 158,926 bilhões. Hoje o Brasil é a 7.ª maior economia global, mas ocupa a 26ª posição entre os exportadores mundiais de bens.

👉 Conheça a Imersão Executiva da ImLog e junte-se à maior comunidade de executivos de logística do país 👈

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!