Logística verde: Electrolux investe em modelo solar para realizar entregas

O modelo solar soma-se à frota de sete caminhões elétricos que já atuam em São Paulo e Curitiba. As informações são do Um Só Planeta.
Logística verde: Electrolux investe em modelo solar para realizar entregas

Se empenhando para zerar as emissões de CO2 em toda a cadeia de valor até 2050, o grupo Electrolux anunciou um novo modelo de caminhão movido a energia solar, criado em parceria com a empresa Hitech Electric.

O modelo é equipado com placa fotovoltaica de 400W de potência e promete autonomia de 10h-12h. Segundo a empresa, o caminhão híbrido movido a energia solar é inédito no setor e está rodando desde julho em São Paulo. 

Fernando Keske, diretor de sustentabilidade em operações do Electrolux Group América Latina, destacou que a união entre diferentes áreas foi fundamental para o sucesso da implementação:

“O grande desafio em encontrar soluções sustentáveis geralmente são o custo elevado de implementação, mas graças à união entre as áreas de Transportes, Compras, D2C e Sustentabilidade e EHS em Operações, pudemos implementar essa novidade de forma competitiva para o negócio, sem impactar o custo final do consumidor”, disse em nota ao Um Só Planeta.

A Electrolux espera realizar aproximadamente 450 entregas mensais com o modelo solar e,  com isso, reduzir em mais 18,75 toneladas as emissões de CO2/ano por veículo implementado – comparado aos caminhões convencionais movidos por combustíveis fósseis. 

Os planos de sustentabilidade da Electrolux

Os planos sustentáveis da líder mundial em eletrodomésticos e aparelhos de uso profissional envolvem principalmente o setor de transportes, afinal, estima-se que o mesmo responda por mais de 60% das emissões de gases de efeito estufa em São Paulo.

Segundo a empresa, mais dois modelos solares chegarão nos próximos meses, juntando-se à frota de caminhões elétricos e bicicletas usados para entregas de curta distância e mercadorias menores. 

Desde que os caminhões elétricos começaram a rodar em 2021, a emissão de CO2 foi reduzida em quase 200 toneladas, de acordo com a Electrolux. Em média, os veículos realizam quase 2,4 mil produtos mensalmente.

Além da frota mais ecológica, a companhia utiliza empilhadeiras elétricas para reduzir a emissão de gases poluentes em suas operações.

De forma geral, as iniciativas sustentáveis estão funcionando e já ajudaram o grupo a alcançar a meta de redução nas emissões absolutas de carbono (diretas e indiretas em operações – escopos 1 e 2) em 82% em relação a 2015.

O crescimento exponencial da logística verde 

A logística verde, também conhecida como logística sustentável, refere-se a uma gestão que integra práticas ambientais em operações logísticas e nos processos que envolvem a cadeia de suprimentos. Os esforços focam em minimizar o impacto do setor no meio ambiente.

O tamanho do mercado global de logística verde foi avaliado em US$ 1,3 trilhão em 2022 e deverá atingir US$ 2,9 trilhões até 2032, crescendo a um CAGR de 8,3% de 2023 a 2032.

Conheça a Imersão Executiva da ImLog e não perca a oportunidade de ampliar seus conhecimentos e sanar dúvidas diretamente com experts do setor!

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!