Last mile: Amazon acelera entrega em comunidades de São Paulo

Estima-se que 36 milhões de pessoas não têm acesso a entrega em domicílio.
last-mile-amazon-acelera-entrega-em-comunidades-de-sao-paulo

Recentemente, a Amazon anunciou a ampliação do número de instalações para entregas nas comunidades brasileiras. As informações são do Daily Digest.

Em parceria com a Favela Llog, do grupo Favela Holding, a expansão inclui seis novas estações de Entrega nas regiões de Capão Redondo, Aricanduva, Brasilândia, Grajaú, Heliópolis e Carapicuíba, em São Paulo. Segundo a companhia, as novas unidades são utilizadas na operação de last mile.

Em comunicado à imprensa, a empresa afirmou: “a Amazon compreende seu papel social e entrega nestas localidades oferecendo uma experiência de compra similar àquela que clientes de outras regiões possuem. Isso representa, além de um estímulo à inclusão social e ao desenvolvimento econômico brasileiro, mais um passo rumo ao compromisso de atender a todas as pessoas que compram na Amazon, onde quer que elas estejam”, afirmou a companhia em comunicado à imprensa.

Estima-se que 36 milhões de pessoas não têm acesso a entrega em domicílio. Segundo uma pesquisa do Instituto Locomotiva e o Data Favela, 36,2 milhões de pessoas precisam se deslocar 3 – 4 km para chegar à agência mais próxima ou precisam colocar no CEP de outra pessoa.

Além da falta de inclusão, esses moradores deixam de contribuir para a movimentação da economia. 

A  população dessas áreas é tão expressiva que se fosse um estado seria o 4º maior do país. Dos R$180 bilhões movimentados nas favelas anualmente, R$81 bilhões apresentam potencial de consumo via e-commerce, comprovando que atuar para garantir maior acessibilidade a esses locais significava também movimentar a economia.

Parcerias estratégicas e tecnologia

A Amazon já é bastante conhecida por seu forte viés tecnológico, e continua a reforçar seus investimentos na área com o objetivo de otimizar o processo de compra, armazenamento e entrega.

No Brasil, por exemplo, tecnologias como machine learning e inteligência artificial são fundamentais para a elaboração de rotas inteligentes, o que otimiza o trabalho de quem faz entregas em todo o país.

Mas não só de tecnologia vive a logística, de parcerias estratégicas também. A fim de estabelecer rotas de entrega capazes de atender as particularidades logísticas das comunidades, surgiu a parceria Favela Llog. 

Similar ao trabalho realizado pela logitech naPorta, a empresa realiza a entrega através dos próprios moradores; atualmente, está presente em sete regiões. Em Paraisópolis, onde uma estação de entrega foi inaugurada em agosto do ano passado, a capacidade de entrega é de até dois mil pacotes por dia. 

“Trabalhamos para manter nossas entregas rápidas e eficientes, e para atender às necessidades de clientes de todo o país”, comentou Rafael Virgílio, líder de Treinamentos do Centro de Distribuição da Amazon em Cajamar (SP).

Como funciona a logística da Amazon no Brasil?

A Amazon chegou ao Brasil em 2012, quando tudo que vendia era livros eletrônicos. Embora  em 2014 tenha começado a vender livros físicos, foi em 2017 que realmente expandiu, passando a comercializar outros produtos.

Atualmente, a empresa fundada por Jeff Bezos conta com 10 centros de distribuição e 22 estações de entrega no Brasil.

“O Brasil é um país grande em extensão e cultura. Abraçamos essas especificidades em nossas operações e entendemos o que cada público precisa. Para isso, tecnologia e pessoas andam lado a lado na Amazon”, declarou Rafael Caldas, líder da Amazon Logística no Brasil. “Desenvolvemos ações e produtos para entregar a melhor experiência para clientes de todo o país, ao mesmo tempo que facilitamos o dia a dia de funcionárias e funcionários.”

Um dos grandes diferenciais da companhia é o uso de tecnologias como IA e big data, que permitem análise de um grande volume de dados. Uma vez processados, é possível notar um padrão de comportamento, o que mantém a Amazon sempre atualizada e centrada no cliente. 

Atualmente, a big tech ocupa a 2ª posição no ranking de e-commerces, atrás somente do Mercado Livre. 

Conheça a Imersão Executiva da ImLog e junte-se à maior comunidade de executivos de logística do país!

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!