IMPULSO MOVE3: principais insights do evento

Ao todo, foram cerca de 6 horas de conteúdo com profissionais de diferentes setores do mundo corporativo.
impulso-move3-principais-insights-do-evento

Já é fato que a logística muda a cada dia. Com novas tecnologias e as expectativas do consumidor cada vez mais altas, atualizar-se virou regra. Por isso, entender o que está acontecendo no setor e o que outras empresas estão aplicando é sempre fonte de inspiração e novas ideias – e foi isso que a segunda edição do IMPULSO MOVE3 propôs.

Com o objetivo de efetivar networking, gerar discussões sobre a utilização das tecnologias na logística, apresentar cases de sucesso e trazer uma visão ainda mais ampla sobre o mundo corporativo, aconteceu no dia 05 de outubro, o IMPULSO MOVE3 em São Paulo. 

Palestras e diferentes conteúdos com time de especialistas

Organizado pelas empresas do Grupo MOVE3, o evento 100% presencial contou com uma programação variada de conversas e palestras com especialistas:

  • Wagner Ferreira, Head de Cartões Brasil e EUA do Banco Inter e Fernando Vogel, Head de Logística do Banco Itaú falaram sobre o “Relacionamento e Sustentabilidade com Banco Inter e Banco Itaú”;
  • Palestra com Ricardo Amorim, economista e CEO da RICAM;
  • Founders da IMLog, Patrick Rocha e João Cristofolini falaram sobre “A importância do preparo dos profissionais para a nova logística”;
  • Founder e mentor IMLog, e diretor sênior de operações logísticas do Mercado Livre, Luiz Vergueiro, juntamente com o Head de Supply Chain da Natura & CO, Eduardo Freire fecharam o evento com a palestra “Passos para a logística perfeita”.

A ImLog acompanhou o evento de perto e compilou alguns dos principais insights.

Sem tempo? Atualize-se em menos de cinco minutos com o resumo dos principais insights do evento

  • Adotar ferramentas e tecnologias sem profissionais capacitados para extrair o melhor delas não trará resultados consistentes. Por isso, a educação logística precisa evoluir!
  • Empresas com soluções personalizadas e full service tendem a se destacar no mercado;
  • Alinhar agilidade com sustentabilidade não é uma tarefa fácil, mas as maiores empresas do mundo estão trabalhando para resolver esse enigma com uma agenda de ações definidas;
  • Customer experience é um grande diferencial competitivo, mas só é possível quando os profissionais são capazes de transformar dados em insights úteis;
  • Lockers são uma grande tendência mundial, mas por aqui, o investimento ainda não se paga e é fundamental pensar onde essa solução se encaixaria bem;
  • A maneira mais assertiva de entender a performance é implementando indicadores de desempenho em cada interação

Ligando os pontos…

A todo instante, a logística está se reinventando. Para estar um passo à frente é preciso investir na dupla pessoas-tecnologia. Essa união tende a impulsionar a inovação e a criatividade, impactando positivamente o coração da logística: os processos.

A seguir, exploramos cada um desses insights do IMPULSO MOVE3 de maneira mais detalhada: 

Principais insights do IMPULSO MOVE3 2023

Ao todo foram cerca de 6 horas de conteúdo com profissionais de diferentes setores. Confira os principais insights a seguir!

A educação logística precisa evoluir

Uma pesquisa da consultoria Mckinsey descobriu que apenas 1% dos executivos de logística acreditam ter talentos internos para lidar com uma cadeia mais digital. O dado reflete uma realidade: as empresas não estão preparadas para lidar com a complexidade da digitalização. 

O que antes era simples e linear tornou-se complexo, e novos desafios surgem todos os dias. Nesse cenário, como se preparar? 

“Nós como profissionais precisamos nos atualizar para nos adaptarmos a essas mudanças” João Cristofolini 

Assim como a cadeia de suprimentos evoluiu, a educação logística também se transformou. 

Se por um lado existem dados muito mais granulares para tomada de decisão, conseguir analisá-los corretamente, gerando insights realmente úteis para o negócio não tem a ver somente com a tecnologia, tem a ver com pessoas e o quanto os negócios estão investindo em seus talentos.

👉 Conheça a Imersão Executiva da ImLog e junte-se à maior comunidade de executivos de logística do país 👈

A tendência é que cada vez mais, as empresas pensem em inovação não apenas como fim, mas como meio para atingir resultados mais sustentáveis, e para isso, precisam investir em pessoas, afinal, são elas que resolvem problemas, analisam e criam as melhores soluções.

Adotar ferramentas e tecnologias atuais sem profissionais aptos a extrair o melhor delas, não trará resultados consistentes e de longo prazo.

Soluções full service e personalizadas levam a parcerias estratégicas mais duradouras

Estar disposto a estar lado a lado com o cliente, disponível para mergulhar em seus principais desafios e propor soluções personalizadas faz toda a diferença para uma relação duradoura. Junto a isso, empresas com soluções full service também tendem a se destacar, afinal, garantem mais eficiência e agilidade no dia a dia.

Sustentabilidade está na agenda de todos 

Uma agenda sustentável está cada vez mais em voga – uma cobrança tanto dos consumidores quanto de instituições – e se caracteriza como um dos grandes desafios dos próximos anos. 

Alinhar agilidade com sustentabilidade não é uma tarefa fácil, mas as maiores empresas do mundo estão voltadas para resolver esse enigma.

Bancos como Itaú e Inter, por exemplo, já estão investindo em cartões sustentáveis e trabalhando para compensar 100% dos cartões que são emitidos. Futuros projetos do Itaú, estão voltados para cálculo preciso do carbono por entrega e geração de blockchain para cada entrega.

Customer experience é um grande diferencial competitivo

Um dos principais motores do desenvolvimento é uma gestão de pessoas mais eficiente, que cultive na equipe a capacidade de propor soluções pensando na experiência do cliente. 

Nesse sentido, Guilherme Juliani destacou “a qualidade da crítica” como uma característica fundamental em times de sucesso. Em outras palavras, a capacidade dos profissionais de analisar dados com qualidade e transformá-los em soluções. 

A inteligência artificial veio para ficar

Acessar e analisar um grande volume de dados só é possível através da IA, tecnologia que já está disruptando a cadeia e pretende continuar transformando o supply chain. A tendência é que ela continue impactando a gestão de times, o customer experience e aumentando a previsibilidade.

A tecnologia irá impulsionar ainda mais a economia

A economia brasileira está começando a se movimentar e crescer. Nesse cenário, o economista Ricardo Amorim destacou que priorizar uma logística de distribuição mais eficiente será fundamental para os próximos anos.

Com o avanço do agronegócio, o crescimento não ficará restrito aos centros urbanos e grandes capitais e é preciso estar preparado para lidar com um país de proporções continentais.

Amorim também destacou que a renda per capita relaciona-se diretamente com a inovação tecnológica – quanto mais tecnológica uma sociedade é, mais desenvolvimento ela apresenta. De acordo com ele, a aceleração tecnológica nos próximos anos será uma grande oportunidade para aqueles que souberem aproveitar.

Afinal, os lockers funcionam no Brasil?

A tecnologia está impondo e forçando as empresas a buscarem resultados rápidos em todas as entregas, mas nem toda tendência internacional convém. 

Os lockers são uma grande trend em outros países, a China tem mais de 500 mil e os Estados Unidos cerca de 205 mil, mas por aqui, os lockers ainda não deslancharam e um dos grandes desafios é gerar o hábito nos consumidores.

De acordo com Luiz Vergueiro e Eduardo Freire, o investimento ainda não se paga e é fundamental pensar onde essa solução se encaixaria bem. Hoje, algumas opções são utilizá-los em grandes condomínios, aumentando a produtividade na hora da entrega e também para devolução de itens.

Invista em indicadores de desempenho

A maneira mais assertiva de entender a performance é implementar indicadores de desempenho. Tanto a Natura quanto o Mercado Livre investem no NPS para entender melhor sobre atendimento, qualidade da compra, reclamações, entre outros. 

👉 Quer tomar decisões mais estratégicas? Baixe o e-book “Gestão logística por KPIs” e aprenda a medir e melhorar o seu desempenho com  Luiz A. Vergueiro, cofundador da ImLog e Diretor de Operações do Mercado Livre.

Em suma, cada interação é medida, tornando mais fácil a tarefa de atender e superar as altas expectativas do cliente. 

Sobre a ImLog 

A ImLog nasceu do sonho dos sócios Patrick Rocha (dLieve e VTEX), Luiz Vergueiro (Infracommerce e Mercado Livre) e João Cristofolini (Pegaki e Intelipost). Depois de criarem algumas empresas, darem start em diversas operações logísticas resolveram unir suas experiências e cases de sucesso para ajudar o mercado a realizar entregas com qualidade e acima de tudo encantando os clientes e consumidores.

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!