Transformação digital: o impacto da aplicação de algoritmos e inteligência artificial na roteirização de entregas

Entenda como os algoritmos e a inteligência artificial estão transformando a logística através da otimização de rotas e entregas.

A revolução digital trouxe uma transformação silenciosa, mas poderosa para o mundo da logística. Até pouco tempo atrás, o setor dependia de processos manuais, experiência humana e planejamento baseado em estimativas. E se um sistema falhasse, as empresas tinham que recorrer a processos de contingência demorados e caros. Entretanto, a situação hoje é completamente diferente, graças à ascensão da inteligência artificial (IA). 

Não é à toa que este recurso tecnológico tornou-se um componente essencial em toda a cadeia logística. Desde o planejamento da demanda até a entrega, o uso de sistemas de informação, automação e análise de dados é generalizado, promovendo um processo mais eficiente e confiável.

Uma das maneiras mais importantes pelas quais a ferramenta está transformando o segmento é através da otimização de rotas e entregas. Antigamente, criar rotas inteligentes era um desafio gigantesco, que dependia principalmente da habilidade  humana. Agora, algoritmos de dados podem analisar uma variedade de variáveis em tempo real, incluindo condições de tráfego, meteorologia, restrições de horários e histórico de entregas, para determinar a rota mais eficaz. 

Além disso, o monitoramento em tempo real permite ter a visibilidade completa das operações, permitindo que as empresas tomem medidas imediatas em caso de problemas ou atrasos. Esses aspectos não apenas melhoram a qualidade do serviço, mas também  geram economia de tempo e recursos para as companhias.

A capacidade da IA de processar grandes volumes de dados e identificar padrões que seriam inacessíveis à capacidade humana é outra maneira pela qual ela está revolucionando o setor. Através de algoritmos avançados, é possível analisar dados históricos, padrões sazonais, tendências de mercado e até mesmo eventos imprevisíveis para prever com precisão a demanda futura, ajudando as empresas a evitarem a falta de produtos ou o excesso de estoque, aprimorando significativamente toda a cadeia de suprimentos.

Vale lembrar que a tecnologia não se limita apenas à otimização das operações, mas também se estende à manutenção de equipamentos e veículos. Graças aos avanços tecnológicos, agora é possível monitorar o estado dos caminhões e vans, ajudando no planejamento e execução da manutenção preventiva. Ou seja, podendo prever com precisão quando a manutenção é necessária, identificando problemas e desgastes antes que evoluam para falhas graves. 

E, claro! A Inteligência Artificial tem um impacto profundo na experiência do consumidor final. A ferramenta permite entregas personalizadas que atendem às preferências individuais dos clientes de maneira sem precedentes. O antigo modelo de entregas padronizadas e inflexíveis está cedendo lugar a um sistema altamente adaptável e centrado no consumidor, com uma série de benefícios notáveis.

É fácil de perceber que a logística não é mais apenas sobre movimentar mercadorias de A para B. Ela se tornou uma ciência de dados em constante evolução, que exige um profundo entendimento e aplicação das informações disponíveis. A IA está capacitando as empresas a superar desafios logísticos, otimizar processos e oferecer serviços mais eficientes e personalizados aos clientes.

  • Evilásio Garcia - Intelipost

    Formado em Ciência da Computação pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2004), é mestre em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (2011). Durante anos atuou com tecnologia e processos na indústria, até que em 2014 fundou a sua própria empresa, a AgileProcess, que hoje faz parte do portfólio de marcas do Grupo Intelipost, onde atua como VP de Carriers.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!