Descubra como calcular a rentabilidade de um investimento 

Descubra como calcular a rentabilidade de um investimento e impulsionar a saúde financeira da sua empresa.
como-calcular-a-rentabilidade-de-um-investimento

A rentabilidade é o indicador que relaciona o lucro com o montante que foi investido inicialmente. Utilizada para diferentes investimentos, entender como calcular a rentabilidade é vital para o sucesso de qualquer negócio a longo prazo.

A rentabilidade é um assunto vital para qualquer empreendedor e gestor. Por isso, ajudá-lo a entender seus diferentes aspectos e como extrair o melhor desse indicador é o principal objetivo deste artigo. Confira!

➡️ Conheça a Imersão Executiva da ImLog e descubra as práticas, tendências e tecnologias da NOVA logística ⬅️

Cálculo simples para entender a rentabilidade de um investimento na empresa

Embora um cálculo com outros indicadores que falaremos mais a frente seja o mais recomendado, é possível utilizar uma fórmula simplificada para ter ideia sobre a rentabilidade de um investimento:

Rentabilidade = (lucro líquido / investimento) x 100

Imagine que uma empresa tenha investido R$ 40.000 em marketing para o lançamento de um produto, que gerou lucro líquido adicional de R$ 90.000. Nessa situação, a rentabilidade foi:

(R$ 90.000 / R$ 40.000) x 100 = 225%

Nessa operação simplificada, a rentabilidade é a divisão entre o lucro e o investimento, vezes 100. O resultado é em porcentagem, que indica quanto aquele investimento rendeu de acordo com o período analisado.

Indicadores de rentabilidade

A rentabilidade é uma métrica essencial para manter a saúde financeira em dia. Para encontrá-la, é preciso basear-se em alguns indicadores, capazes de mensurar diferentes aspectos financeiros. 

Entre os principais podemos destacar ROE, ROI e ROA:

ROE – Return on Equity

O ROE indica quanto é gerado de lucro em relação ao capital investido, ou seja, mensura a eficiência da empresa em gerar lucro com os recursos investidos pelos acionistas. Uma alta taxa de ROE sugere uma gestão eficaz do capital dos acionistas. 

ROI – Return on Investment

O ROI avalia a eficácia de um investimento específico, revelando o retorno obtido em relação ao custo inicial. É um indicador crucial para avaliar a rentabilidade de projetos e iniciativas.

ROA –  Return on Assets

O ROA destaca a eficiência da empresa em utilizar seus ativos para gerar lucro. Ele fornece uma visão sobre a rentabilidade em relação à base de ativos da empresa.

Cada indicador oferece insights específicos sobre diferentes aspectos do desempenho financeiro, e a análise conjunta fornece uma visão mais completa. No entanto, é importante destacar que os indicadores de rentabilidade são complementares.

Ao analisá-los em conjunto, é possível identificar áreas que demandam atenção, além de implementar estratégias direcionadas para otimizar a rentabilidade. Por exemplo, uma margem de lucro líquido saudável pode indicar eficiência nas operações, enquanto um ROI negativo pode sinalizar a necessidade de revisão nos investimentos realizados.

O que é rentabilidade?

Rentabilidade é o percentual ganho de um valor investido. A partir disso, é possível calcular qualquer tipo de retorno financeiro, medindo desde a rentabilidade de uma transportadora, passando pela rentabilidade industrial até uma carteira de investimentos.  

É importante destacar que o retorno se refere ao valor absoluto gerado a partir do investimento. A rentabilidade, por sua vez, é o percentual representado pelo retorno. Entender os detalhes desse indicador é essencial para tomar decisões embasadas, que priorizem a saúde financeira independente do objetivo. 

Em resumo, a rentabilidade mostra se um modelo de negócio consegue crescer e gerar lucro. Caso isso não seja possível, ou seja, caso não haja rentabilidade, é preciso pensar em novas soluções e estratégias.

Quais são os principais tipos de rentabilidade?

O mundo dos investimentos é repleto de possibilidades, por isso, é interessante entender quais são os principais tipos de rentabilidade e como entender o que melhor se encaixa nos seus objetivos.

Rentabilidade nominal

A rentabilidade nominal representa o retorno bruto de um investimento, ou seja, consiste no valor que é apresentado em uma aplicação financeira, sem incluir os custos envolvidos.

Rentabilidade líquida

A rentabilidade líquida ilustra o oposto, já que é a porcentagem de avanço do patrimônio, com o desconto de custos e taxas contabilizados.

Rentabilidade real

A rentabilidade real corresponde considera a inflação de determinado período no cálculo, oferecendo uma visão mais realista do investimento.

Rentabilidade negativa

A rentabilidade negativa, como o nome já sugere, acontece quando existem mais perdas que ganhos, ou seja, o valor final foi inferior ao capital investido inicialmente.

Rentabilidade total

A rentabilidade total avalia o retorno ao longo do tempo, considerando tanto o rendimento gerado pelo investimento quanto a valorização do ativo. 

Taxa de juros ou rendimento anual

Como o nome sugere, ilustra o ganho anual que um investimento gera, ideal apra comparar investimento de diferentes períodos. 

Retorno sobre o investimento (ROI)

Uma das métricas mais conhecidas e versáteis para diferentes investimentos, o ROI indica ganhos em relação ao custo inicial do investimento. 

➡️ Conheça a Imersão Executiva da ImLog e descubra as práticas, tendências e tecnologias da NOVA logística ⬅️

Qual a diferença entre rentabilidade, rendimento e lucratividade?

Os indicadores financeiros são super importantes para o sucesso de uma operação, mas muitas vezes, são usados como sinônimos quando não são, o que acaba impactando negativamente análises e tomadas de decisão.

Enquanto a rentabilidade representa a taxa percentual de retorno do capital investido ao longo de um período, o rendimento indica o quanto foi ganho ou perdido com o investimento. A lucratividade, por sua vez, representa o retorno líquido, com impostos e taxas já descontados e idealmente, deve cobrir todos os custos e sobrar.

Como calcular a rentabilidade de um investimento em fundos imobiliários

Para calcular a rentabilidade de um investimento em fundos imobiliários, por exemplo, é essencial compreender os conceitos de juro nominal e juro real.

O juro nominal em fundos imobiliários refere-se à taxa de retorno anunciada pelo fundo, expressa anualmente. Elaaé afetada por diversos fatores, incluindo a performance dos imóveis e as condições do mercado no momento.

Já o juro real em fundos imobiliários é a remuneração efetiva ajustada pela inflação. Para calculá-lo, é necessário considerar a taxa de retorno do fundo e descontar a inflação do período.

Por exemplo, vamos imaginar um investimento de R$ 50.000 em um fundo imobiliário com uma taxa de retorno anualizada de 8%. Isso significa que, ao longo do ano, podemos esperar um retorno de R$ 4.000 sobre o seu investimento, mas é preciso considerar o impacto da inflação. Se a inflação acumulada no período for de 3%, o juro real do fundo imobiliário será de 5% ao ano. 

Assim como no exemplo anterior, calcular a rentabilidade real de um investimento em fundos imobiliários envolve entender não apenas a taxa de retorno anunciada, mas também considerar o impacto da inflação para obter uma imagem mais precisa do retorno real do investimento.

➡️ Conheça a Imersão Executiva da ImLog e descubra as práticas, tendências e tecnologias da NOVA logística ⬅️

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!