A estratégia de supply chain da Coca-Cola

Descubra os pilares da estratégia de supply chain da Coca-Cola, responsável por manter a produtividade e eficiência da companhia.

Coca-Cola é uma marca que já está no imaginário popular. Com 48% de participação no mercado global e duas das três principais bebidas do mundo, a The Coca-Cola Company é sinônimo de sucesso, mas você já parou para pensar no que torna o negócio tão competitivo? 

Além de um produto de qualidade, um dos maiores diferenciais da companhia é a cadeia de suprimentos, organizada, otimizada e com um longo alcance.

Com um modelo operacional contínuo, a gestão da cadeia é um dos pilares da eficiência da marca que atua há mais de 130 anos. 

Neste artigo, vamos entender como funciona a a estratégia de supply chain da Coca-Cola e seus pilares.

Por dentro da estratégia de supply chain da Coca-Cola

O produto começa com a Coca-Cola, que vende os componentes necessários para empresas fabricantes de engarrafamento. A partir daí, os parceiros engarrafadores fabricam, embalam, comercializam e distribuem o produto final da marca aos parceiros de vendas do cliente, que então o vendem ao consumidor.

Sendo assim, uma das maiores forças da estratégia de supply chain da Coca-Cola está nas parcerias estabelecidas com fornecedores e distribuidores. Ao criar relações fortes, a companhia conseguiu fazer com que os produtos estivessem disponíveis em todos os lugares no prazo e com a mais alta qualidade.

Além de parcerias estratégicas, a empresa prioriza a tríade eficiência, redução de custos e sustentabilidade, simplificando os processos e maximizando os lucros.

É importante destacar que a sustentabilidade é um aspecto importante da estratégia da Coca-Cola, pois além de focar em tornar o negócio mais competitivo, atende as expectativas de consumidores cada vez mais exigentes com as empresas que consomem e as práticas sustentáveis utilizadas.

A cadeia de suprimentos utiliza fontes de energia renováveis, focando na redução de emissões e na utilização de embalagens recicláveis, satisfazendo as demandas dos compradores.

Ao combinar parcerias sólidas com redução de custos e sustentabilidade, a Coca-Cola construiu uma estratégia de supply chain não apenas consolidada, mas também resiliente às mudanças do mercado.

Evolução da estratégia da cadeia de suprimentos da Coca-Cola 

Desde sua fundação, em 1886, a Coca-Cola é líder em gestão da supply chain, implementando diferentes estratégias de otimização. Além de prezar pela colaboração e iniciativas sustentáveis, a companhia sempre adotou tecnologias emergentes na gestão. 

Outro ponto essencial da evolução da estratégia, foi a implementação de um sistema de gestão de riscos abrangente, que garantiu à corporação responder rapidamente às transformações do ambiente de negócios, cada vez mais instável. 

Esses elementos ajudaram a construir uma cadeia inteligente e com processos logísticos harmoniosos, com foco em entregas econômicas e viáveis.

Coca-Cola: os pilares da estratégia de negócios

A seguir, separamos os principais elementos da estratégia de supply chain da Coca-Cola e explicamos como funcionam em detalhes. Confira: 

Inovação

A Coca-Cola entendeu que a cadeia está em constante evolução e para manter-se competitiva, compreendeu que precisava usar a inovação a seu favor.

Portanto, para atender as expectativas do consumidor e não tornar-se uma empresa do passado, ou seja, obsoleta, inovou em áreas essenciais como embalagem, distribuição e processos de fabricação.

A empresa foi pioneira no uso de tecnologias como RFID, aprendizagem automática em logística e inteligência artificial para otimizar a sua cadeia de fornecimento. 

No campo da sustentabilidade, também procura reduzir a emissão de carbono através de processos de produção inovadores. 

Pessoas

Os colaboradores são um elemento fundamental da estratégia da empresa, e para mantê-los engajados, a companhia investiu em um ambiente que fortalecesse a motivação e o desenvolvimento. 

Um modelo de gestão de pessoas eficaz é aquele que melhor sustenta a estratégia de negócios, ajudando os colaboradores a se sentirem mais motivados e engajados com o propósito da empresa. É no capital humano que reside uma das maiores vantagens competitivas de uma operação, pois é onde está a produtividade e a inovação.

Relacionamento com varejistas

Os relacionamentos com parceiros é uma parte vital da estratégia da companhia, que oferece treinamento e suporte contínuo para distribuidores, fornecedores e varejistas. Além de capacitação, os varejistas podem desfrutar de um pacote de incentivos, que inclui descontos e oportunidades de merchandising exclusivas.

Programa de gestão de relacionamento com fornecedores

O programa de Gestão de Relacionamento com Fornecedores da Coca-Cola promove parcerias duradouras com parceiros-chave. O programa utiliza uma ampla gama de ferramentas, incluindo avaliação e seleção de fornecedores, acompanhamento do desempenho, além de desenvolvimento e gestão de relacionamento, visando os mais altos padrões de qualidade.

Colaboração com engarrafadores

Trabalhando próximo aos engarrafadores, a Coca-Cola garante uma redução significativa de erros na operação, aumento da produtividade e redução de custos. 

Uma vez que o time compreende e segue as orientações corretamente, é possível assegurar que os produtos atendem aos requisitos de qualidade da empresa, chegando na melhor condição possível ao cliente.

Controle de qualidade

O controle de qualidade da Coca-Cola é rigoroso e amplo, o que ajuda a garantir que a marca esteja sempre atendendo aos padrões de qualidade e de segurança.

O programa inclui desde a realização de inspeções regulares em todas as fases da cadeia da empresa, e se estende até seus fornecedores, já que cada um tem um sistema de qualidade próprio, que inclui testes regulares de segurança alimentar, entre outros.

Além disso, a companhia investiu em sistemas de automação e robótica, considerando tornar os testes e inspeções ainda mais rigorosos. A abordagem funcionou e a Coca-Cola é referência quando o assunto é qualidade, fortalecendo o diferencial competitivo e a reputação.  

Conselho Global da Cadeia de Suprimentos 

A Coca-Cola criou o Conselho Global da Cadeia de Suprimentos, que é dividido em subcomitês e tem a responsabilidade de acompanhar a estratégia de supply chain da multinacional. 

Os membros podem compartilhar novas ideias, planos e melhores práticas em um site exclusivo e entender como tudo está funcionando, o que ajuda a reduzir falhas e manter a inovação forte. 

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

    View all posts

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!