Armazenagem sustentável: práticas ecoeficientes na gestão e transporte

Entenda o que é a armazenagem sustentável e como ela pode se transformar em um diferencial competitivo para sua empresa.
armazenagem sustentável na gestão e transportes

O tema sustentabilidade tornou-se uma pauta recorrente em diversos setores, incluindo o da logística. A armazenagem verde é uma tendência mundial e pretende tornar o setor mais limpo e eficiente.

Uma prova dessa ascensão são os dados do Share Global Analysis Report – Green Logistics Market Size, que avaliou o mercado global de logística verde em US$ 1,3 trilhão em 2022, com expectativa de atingir US$ 2,9 trilhões até 2032.

A logística verde tem como objetivo reduzir o impacto causado pelas operações logísticas através da adoção de práticas sustentáveis, entre elas, embalagens recicláveis, energias renováveis e armazenagem sustentável, só para citar algumas.

Quer saber sobre as melhores práticas para uma armazenagem verde? Continue lendo e entenda como tornar sua operação mais atual e atrativa para os consumidores.

O que é armazenagem sustentável?

A armazenagem sustentável refere-se a armazéns que utilizam recursos sustentáveis para desenvolver suas atividades. Essas práticas resultam em menos danos ao meio ambiente por utilizar critérios ecológicos para estruturar a operação. 

Entre as principais técnicas, podemos citar:

  • Utilização de sistemas de iluminação e refrigeração mais eficientes: a luz LED consome menos energia elétrica, fora que existem sistemas de refrigeração que utilizam gases menos poluentes, com menor consumo energético. Também há sistemas de automação que permitem o controle inteligente do consumo de energia, reduzindo o desperdício. 
  • Uso de materiais sustentáveis na construção dos armazéns: como exemplos estão madeira certificada, tijolos ecológicos, blocos de concreto produzidos com resíduos, entre outros. E, ainda, é importante garantir uma boa ventilação e iluminação natural no ambiente, reduzindo o consumo de energia elétrica.
  • Otimização dos espaços de armazenagem: uso de sistemas de armazenamento vertical, como estantes e prateleiras, que permitem aproveitar melhor o espaço disponível e reduzir a necessidade de expansão do armazém.
  • Gestão de Resíduos: implementação de práticas de gestão de estoque, além de iniciativas como reciclagem e compostagem ajudam a minimizar resíduos e a reduzir o impacto do armazém no meio ambiente.
  • Transporte eficiente: os armazéns verdes tendem a ter uma localização estratégica que reduz a distância na hora do transporte, diminuindo as emissões. Além disso, podem usar veículos elétricos ou híbridos para transporte, reduzindo ainda mais a pegada de carbono. 

Questões ecológicas tendem a interferir cada vez mais no setor de transportes e logística, afinal, o mesmo é responsável por aproximadamente 14,4 % das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) globais.

Nesse cenário, os armazéns sustentáveis, também conhecidos como green warehouse, estão sendo considerados por especialistas o futuro do armazenamento, contribuindo para um setor logístico mais limpo. 

Vantagens do armazém verde

De acordo com uma pesquisa do IBM Institute for Business Value4 , 57% dos consumidores desejam construir hábitos de compra mais responsáveis, e esperam que as empresas possam ajudá-los a atingir suas próprias metas ecológicas.

Além de atender às novas demandas do consumidor moderno, optar pela armazenagem sustentável impulsiona a agilidade.Algumas das vantagens dos green warehouses são:

  • Redução do consumo de água e energia em 20% a 30% no uso diário;
  • Painéis solares e materiais sustentáveis ajudam economizar recursos naturais, mitigando as mudanças no clima;
  • Para implementar as práticas sustentáveis os processos tendem a ser otimizados sem comprometer a qualidade das operações;
  • Ações que controlam a poluição são aplicadas de modo que maximizam o aumento da performance das atividades.

Pilares da armazenagem sustentável para gestão e transporte

Para ser bem implementada, a armazenagem sustentável deve ser construída sobre alguns pilares operacionais. A seguir, separamos os principais: 

Flexibilidade operacional

A flexibilidade operacional é a capacidade que o armazém possui de adequar e alterar suas ações de acordo com as necessidades dos clientes. No caso dos green warehouses essa capacidade deve convergir com os conceitos sustentáveis, ou seja, operar minimizando os impactos ambientais negativos.

Portanto, atividades como importação de pedidos, horários de carga/descarga de veículos e atendimento devem ser flexíveis, pensados de modo que a ociosidade seja minimizada.

Simplificação do fluxo 

Definir um bom layout para o armazém é fundamental para simplificar tarefas, tornando a rotina de trabalho mais fluida e otimizada. 

Controle

Assim como qualquer outra operação, criar indicadores de desempenho e geri-lo adequadamente é essencial para iterar o processo.

Automação

Investir na automação de processos, além de trazer maior agilidade à operação, oferece mais segurança na hora de tomar decisões.

Armazenagem sustentável: a nova logística é verde e eficiente

A armazenagem sustentável é apenas um elemento dentro de um ecossistema ecológico que só tende a crescer se fortalecer nos próximos anos. Mesmo que a empresa tenha seu próprio centro de distribuição, contratar um armazém sustentável é uma maneira de começar a atuar de maneira mais sustentável.

A adoção de práticas ESG na logística trazem diversos benefícios para as companhias, como a redução de custos, melhoria na eficiência operacional, vantagem competitiva e fortalece a imagem da marca. 

Enquanto o grupo Electrolux anunciou um novo modelo de caminhão movido a energia solar, o setor de aviação busca por sustentabilidade aérea, focado em iniciativas que o ajudem a atingir a meta de neutralidade de carbono até 2050. 

Em suma, a pauta verde só tende a se consolidar nos próximos anos, tornando-se um diferencial competitivo que ganhará não apenas mais espaço no mercado, como também será essencial para conquistar a preferência dos clientes.

Quer se preparar para a Nova Logística? Conheça a Imersão Executiva da ImLog e não perca a oportunidade de ampliar seus conhecimentos e sanar dúvidas diretamente com experts do setor!

  • Amanda Moura

    Amanda Moura é formada em Ciências Sociais e do Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e se dedica a estudar comportamento, consumo e tendências.

Newsletter ImLog

Cadastre-se e conheça a logística sob um novo olhar

Mais lidos

Assine a Newsletter da Imlog

Esteja sempre antenado sobre as últimas notícias do universo logístico!